terça-feira, 1 de maio de 2012

                            



Nesse dia o mundo deveria dar mais valor
 A você que cedo levanta trabalhador
 Você! Que muitas vezes trabalha sem comida
Você! Que trabalha toda uma vida
 Mas nesse dia do Trabalhador continua sem valor!
 É quem constrói a Nação
 Mas é quem menos tem a receber
 É quem dá tudo de si em troca de nada 
Trabalhador que planta tem que colher 
Mas trabalhador é classe, e esta é abandonada; 
Neste seu dia, comemora-se no mundo inteiro. Mas o mundo não conhece quem trabalha,
 Quem passa uma vida fazendo tudo direito! Mas esse é trabalhador verdadeiro,
 Aquele que tudo faz calado, não espalha; 
Ah! Trabalhador! Sem casa, sem comida sem saúde! 
Trabalhador desempregado, desnutrido amiúde 
Vai trabalhar, que canta, que ri e que chora
 Vai comemorar o que nessa hora? De globalização, de guerra, de desemprego; Trabalhar onde? Foge da seca e no desapego Até da família esquece, vai longe trabalhar

 Na esperança de um dia tudo melhorar...


2 comentários:

  1. Silvinha, parabéns para todos nós!

    ResponderExcluir
  2. Muito oportuna a sua publicação. Lindo e sugestivo texto.

    ResponderExcluir