terça-feira, 24 de abril de 2012


CRÔNICA: O que mais pode me causar estranheza?
Adormeço e anoiteço, ouvindo notícias das mais escabrosas possíveis... Menino leva um tiro na cabeça... Pai espanca filha... Assalto na casa de repouso acaba em morte de idosa, Mais um caso de corrupção... Massacre no morro do alemão...
E assim após uma longa noite de sono, acordo com meu celular  chamando, levanto-me apressado, pois tenho que chegar ao meu trabalho em 40 minutos. Vou ao banheiro tomo banho apressadamente, e sem tomar café já estou abrindo a porta e eis que... No chão vejo um corpo, apesar do pesares, nem consigo pensar, pego meu celular e ligo para a polícia, e tenho pressa não posso me atrasar senão meu chefe... Rapidamente a polícia chega e vai logo perguntando: Quem é esse homem? Não sei, acabei de encontrar, mas policial preciso ir trabalhar. Nesse momento acabo de perceber que já era um cadáver, começo a tremer, será que seria eu a próxima vítima?Mas o que me apavora é que o tempo passa e eu já não vou conseguir chegar ao trabalho na hora certa.
Nesse momento cai minha ficha... Isso era demais, um corpo na minha porta! Mas o que seria o que fiz eu para merecer isso? Polícia na minha casa, vizinhos espiando meu Deus! O que está acontecendo? E a policia continua ali procurando pistas, chamam o carro fúnebre para levar o cadáver, sem saber sua identificação sobra suspeita e falta culpados.
E nesse momento passa um filme na minha cabeça, TV, repórter, gente em volta e todos perguntando quem é esse homem?
            Penso triste e incomodada o que mais posso estranhar nessa vida?
           
postado por Maria José ás 17:05h

3 comentários:

  1. Fase muito bem superada. Ótimo desempenho.

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito da sua crônica...Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  3. Maria José, realmente o que mais podemos estranhar nessa vida.

    ResponderExcluir